Feeds:
Posts
Comments

Caros amigos da secretaria do Distrito, amigos da secretaria do meu clube e Guido
 
Temos tido uma viagem maravilhosa… Absolutamente indescritível.
 
Não sei se já falei mas de qualquer maneira, falo novamente.
 
Nossos programas vocacionais tem sido perfeitos assim como os culturais.
 
Depois de chegar no aeroporto de Raleigh-Durham, fomos para Goldsboro onde visitamos vários lugares mas em destaque para uma base da Força Aérea onde pudemos ver caças F15e apoiados no cockpit do piloto e algumas bombas e mísseis que a Força Aérea utiliza. Todos foram excelentes conosco e ainda visitamos Fremont e Mt. Olive. A seguir fomos para Williamsburg onde tivemos a Conferência Distrital. Na Conferência fizemos nossa apresentação e ao final, fomos aplaudidos de pé!! Falei novamente algumas palavras, trocamos flâmulas e presentes e fomos novamente aplaudidos de pé. Todos elogiaram o grupo pelo trabalho desenvolvido com respeito à apresentação, uniformes, material em mídia, folder, presentes, bottoms, crachás de nome e etc. Isto tudo graças às dicas do Flávio Eurico de Barros, Márcio Arroyo, Guido Casanova, Nahid Chicani, e Mara Romanin. Isto sem falar no apoio de vocês, da secretaria do distrito, da secretaria do meu clube, do Governador Reinaldo e do Presidente Francisco.
 
Após a Conferência, fomos para Greenville onde visitamos várias empresas e fomos inclusive assistir um jogo de baseball universitário. Conhecemos inclusive uma empresa chamada ECVC que tem uma história, estrutura e objetivos muito parecidos com o ESPRO. Visitamos também um escritório de arquitetura que fez um projeto em Goiás. Todos foram novamente maravilhosos.
 
Seguimos então para Elizabeth City (e também Edenton – uma cidade histórica que possui uma corte cujo edifício é o prédio federal mais antigo dos Estados Undios e um habitante que assinou a Declaração de Independência dos Estados Unidos e outro que assinou a primeira constituição dos Estados Unidos) onde visitamos uma base da Guarda Costeira que é subordinada diretamente ao Departamento de Segurança Interna dos Estados Unidos e que também fez a segurança dos últimos Jogos Olímpicos de Inverno no Canadá. Vimos aeronaves e helicópteros e barcos de resgate da Guarda Costeira e também a piscina onde foi filmado “The Guardian” com Kevin Costner.
 
Estamos agora em Outer Banks onde os clubes da área alugaram uma casa de praia para o nosso grupo. Muito confortável, com seis quartos, hot tub e piscina. Amanhã teríamos um jantar patrocinado pelo clube de Kitty Hawk mas como tínhamos um vale-compras bastante generoso para utilizarmos (os clubes ficaram responsáveis pelos nossos jantares e nos deram um vale-compras para podermos comprar coisas para o café da manhã e para o almoço pois não temos agenda oficial aqui. É um período que nos reservaram apenas para descanso e reflexão), resolvemos fazer um jantar os companheiros dos clubes da área, inclusive para fazermos uma apresentação que não estava programada, a respeito do Brasil (esta seria a única área que ficaria sem um apresentação nossa, assim como uma atividade em conjuntos com os clubes à exceção dos jantares, e por este motivo resolvi propor o evento).
 
Bem, resumidamente, é isto.
 
Forte abraços a todos, de todos nós. Muito obrigado pela oportunidade que nos foi dada. Tenham a certeza de que estamos tendo um programa espetacular e que estamos tentando representar nosso país, o Rotary no Brasil, o Distrito 4610 e o Rotary Club de São Paulo da melhor maneira possível. A equipe é fantástica e tenho muito orgulho de poder ser o Team Leader destes excepcionais cinco membros.
 
Rotariamente,
 
Celso Kuwabara
Team Leader – GSE 2010

Hoje, fizemos mais uma apresentacao para tres dos Rotary Clubs de Greenville. Foi muito legal!

As perguntas tem sido mais frequentes, o que tem sido bom, porque a gente tambem acaba saindo da rotina.

Hoje nos questionaram sobre o nosso mercado de Tabaco, sobre os problemas do comercio de drogas ilegais, perguntaram se eh verdade que temos um rio de duas cores, etc. Por sorte, a fabrica da Kawasaki fica bem em frente a este rio, em Manaus e o pai de um amigo meu da epoca da faculdade tinha plantacoes de tabaco no Brasil, o que tornou as coisas mais faceis.

Mas antes de nossa reuniao no predio do Rotary (o primeiro no mundo a ser construido especialmente para um Rotary Club), tivemos um dia muito interessante!

Fomos ao Heart Institute, que eh um braco da Universidade de East Carolina (ECU).

Nos mostraram tudo por la, mas uma das coisas mais interessantes foi o centro de treinamento e a estrutura que eles possuem para este fim.

Literalmente  “Brincamos de medico”. rsrsrs

Tivemos a oportunidade de testar o Da Vincci, o equipamento utilizado nas cirurgias cardiacas. So much fun!

Todas as salas de cirurgia possuem cameras estrategicamente posicionadas para preservar a identidade dos pacientes e para que os medicos e estudantes possam tirar o melhor proveito do treinamento.

Alem das cameras, existe tambem um sistema de som nas salas de treinamentos, laboratorios, auditorios e salas cirurgicas, o que permite a comunicacao e visualizacao dos procedimentos em qualquer lugar, o que faz com que as pessoas, mesmo em outros paises, possam fazer perguntas aos medicos no momento em que os procedimentos estao acontecendo.

Tudo pode ser controlado remotamente por telas touch screen com sistemas de interfaces muito amigaveis. Das luzes das salas, telas que descem do teto, imagens online, projetores, sistema de som, CDs e DVDs que estao em outros locais, VTC (video-conferencias), ATC (audio-conferencias), enfim, tudo!

O mais impressionante eh que todo o instituto foi fruto da idealizacao de um medico que hoje esta nos seus sessenta e poucos anos e ainda trabalha no instituto. Ele visualizou tudo e lutou pelo seu sonho perante as autoridades locais e Governo do Estado para conseguir os mais de 190 milhoes de dolares necessarios para fazer o seu projeto possivel, alterando ruas, construcoes, criando parcerias, comprando equipamentos e fazendo do seu sonho, referencia para toda a costa leste americana.

Da uma certa inspiracao ver tudo isso acontecer, nao da?

Com admiracao e reverencias,

Camila S. I. Coghi

Team Member – GSE 2010


Ainda sem acentos nas palavras, ok? rs

Se existe uma coisa que eu realmente aprendi vindo aos EUA eh que eu nao sei passar roupas… rs. E eu falo serio!

E de alguma maneira, isso tem alguma estranha relacao com as roupas novas… Explico.

Esta eh a segunda semana que estou aqui e acabo de queimar a segunda peca do meu uniforme! Alias, eu devo ter problemas com uniformes…nao eh possivel… E o que eh incrivel eh que isso acontece sempre no mesmo dia em que eu compro roupas novas…

O primeiro foi o vestido, que agora tem uma marca gigante na parte de tras… o que tenho usado com a saia de outro uniforme, que por ter sido feita do mesmo tecido, engana bem quando se usa o blaser por cima de tudo… rs! Que sorte…

Alguem diz que eh uma saia sobre um vestido? SORTE! rs – District Conference (Williamsburg, VA)

A segunda peca foi a camisa branca, que agora tem dois furos novos na parte da frente… mas ainda bem que ela pode ser facilmente substituida por outra sem que ninguem perceba (que sorte! rs). Ou eu posso lavar a camisa reserva todas as noites… (oh, nao!!!!) o que aumentaria muito o risco de novas perdas de uniformes… rs

Neste momento, conformada com a minha falta de habilidades domesticas, tenho certeza de que estou fazendo a coisa certa, porque afinal, tenho que conhecer muitas coisas e aprender muito para que eu possa trabalhar cada vez melhor e poder ter sempre a ajuda de alguem… com as roupas… rs

Depois disso tudo, tenho uma teoria para o que acontece…

Ou eh algum tipo de maldicao da roupa nova, ou eh Deus esta me dizendo: “Para de compraaaaar, menina! Ou eu te faco queimar outra peeeecaaaaa do seu uniforme…”

Melhor parar, ne? Afinal eu estava contando com essas roupas para a minha visita a Kawasaki, quando eu for pra California…

Agora, falando em roupas, alem de tudo isso, ainda tenho uma calca que ficou curta depois de ter a barra ajustada e as roupas dos EUA, que ficam todas longas para esse sucesso de altura que eu tenho. rs

Putz!

Agora eu tenho na minha mala: roupas curtas, roupas compridas, queimadas e furadas… hum… Se Deus me permitir, terei que dar um jeito nisso… Que sorte! rsrsrs

Agora… alguem tem um palpite do porque nao ter fotos ilustrando os ultimos posts? rsrsrsrs

Sinceramente, hein… hahaha

Camila S. I. Coghi

Team Member – GSE 2010


Se voces estao se perguntando sobre o porque de tao pouco contato com nosso blog logo agora que estamos aqui, eu respondo: eh muita vida acontecendo! Vida real, sabe? Do lado de fora dos computadores. Eh vida acontecendo em cada segundo. Eh olhar de crianca sobre cada palavra ouvida, cada local por onde passamos. Eh um encantamento sem fim.

Parece que somos as pessoas mais especiais do mundo e que tudo foi feito somente para nos…

Fizemos varios passeios a muitos lugares interessantes, como a prefeitura da cidade de Goldsboro, a estacao de tratamento de esgoto da cidade, o teatro municipal. que foi reformado apos ter sido destruido por um incendio, um campo de batalhas da Guerra Civil americana, uma base aerea americana, um museu, uma universidade, onde sao desenvolvidos games, a cidade historica de Williamsburg, etc, mas as pessoas tem partido nossos coracoes com sua generosidade e hospitalidade…

Nao tenho palavras para explicar como estamos sendo bem tratados e quantas pessoas ja entraram em nossos coracoes em tao pouco tempo, pedindo licenca e com toda a educacao do mundo, mesmo sabendo que estariam la de qualquer maneira…

Agora, estamos na cidade de Greenville, apos termos passado pela convencao do Rotary em Williamsburg, no Estado de Virginia, onde pudemos ver como eh grande e generosa esta organizacao, com acoes que fazem muita diferenca no mundo, como o projeto para o fim da polio no ou a doacao de proteses de bracos e pernas para criancas que perderam seus membros em campos minados…

Acabada a convencao, nos despedimos de nossas primeiras familias, ficando aquela sensacao de que a primeira fase ja chegou ao fim junto com esta primeira semana de trabalho…

Ainda nao sabemos ao certo o que nos espera daqui para frente, mas temos a certeza de que estamos em boas maos.

Sinceramente,

Camila S. I. Coghi

Team Member – GSE 2010


Partimos às 14:30 de Guarulhos no dia 10/11 e chegamos no Galeão às 15:30. Tivemos de esperar a conexão da US Airways até 09:15. Chegamos em Charlotte às 06:30 (horário local) do domingo e enfrentamos quase uma hora na fila da imigração. Felizmente todos passaram sem problemas. Trocamos nossas passagens para Raleigh-Durham e embarcamos às 09:40. Chegamos em Raleigh e fomos recebidos pela Keith (na verdade eles nos esperavam numa chegada às 19:15 hs mas por conta dos problemas que tivemos com a aprovação pela Fundação Rotária, eles tiveram que se virar nos 30 para nos receber no aeroporto. Fomos trazidos para o hotel em Goldsboro e descansamos até 17:30 hs. Às 18:00 o Bryson que é o chairman do IGE veio nos buscar no hotel e fomos para um jantar na casa dele onde estavam presentes Bryson, Marilyn (esposa do Bryson), Keith e Ken (marido da Keith). Tivemos um jantar muito agradável com hamburgueres caseiros e salada.
No dia seguinte iniciamos às 09:30 com um encontro com o Bryson onde ele nos deu orientações sobre como iria ser o programa. Às 10:00 hs as famílias anfitriãs vieram nos buscar e foi o dia das compras. Às 18:00 horas tivemos um jantar na casa de Judith, em Goldsboro, onde encontramos vários rotarianos e quatro estudantes brasileiros.
Hoje, 13/04, iniciamos o dia às 08:00 horas num encontro com o prefeito de Goldsboro, que tem um filho piloto que trabalha na Delta Airlines e que voa frequentemente para o Brasil e que adora nosso país, particularmente São Paulo. Fizemos um tour na Prefeitura, fomos para o Paramount Theater que foi destruído pelo fogo e reconstruído, seguimos para uma estação de tratamento de água que é uma das mais avançadas dos EUA e depois para uma usina de compostagem. Tivemos um almoço numa reunião conjunta no Country Club de Goldsboro onde fizemos nossa primeira apresentação. Foi um sucesso!!
Saímos de lá e fomos para Goldsboro Battlefield onde aconteceu uma das maiores batalhas da Guerra Civil Americana. De lá fomos para um pub e depois cada um para a casa anfitriã.
Ufa… Esta foi a agenda até agora.
Amanhã começamos às 07:00 hs.
 
Abraços a todos!!
 
Celso Kuwabara
Team Leader – GSE 2010

Pela manha, acordamos e fomos tomar nosso cafe da manha. Primeiro waffle com syrup dos EUA! As meninas adoraram!

Preparamos sozinhas com uma maquina de waffles que havia disponivel. Se bem que era so encher o copo com aquela massa, jogar tudo na forminha quente e esperar ate ela apitar… rs

De longe, vimos o Bryson chegando, 5 minutos antes do tempo combinado para fechar a nossa conta e comecarmos a nossa reuniao dentro do horario. Havia me esquecido como os americanos sao pontuais…

Pegamos nossas coisas e fomos para a sala de reuniao. Bryson nos apresentou a programacao e fez as recomendacoes necessarias. As familias foram nos buscar e cada um foi para uma casa.

A familia que esta me hospedando nao poderia ser melhor!

Patty Huffman ja havia me escrito um e-mail antes mesmo de eu chegar nos EUA e foi muito legal comigo. Super preocupada com o que eu gostava de comer, com o que eu gostaria de fazer, etc…

Joe Huffman, seu marido, eh o que chamam de City Manager, uma especie de Diretor Administrativo da cidade e tambem e muito gentil e engracado! Alem de outras qualidades, como tocar violao e guitarra, por exemplo, coisas que eu AMO!!!

Emily Huffman, a filha mais velha, trabalha no Starbucks e eh muito gentil e educada!

Acho que estou na familia perfeita para mim!

Como teria a tarde livre, fomos fazer compras e aproveitei para procurar algumas coisinhas que eu queria, porque depois a agenda do grupo estara bem cheia.

Almocamos no Cracker Barrel – roast beef, macarroni cheese e turnip greens.

A noite, fomos todas as familias rotarianas e membros do IGE para a casa da Judith McMillen, onde estao hospedadas a Cris e a Michele. Judith tem uma imobiliaria e a casa onde ela mora era um antigo bordel, que estava em pedacos e que ela arrematou em um leilao e comecou a restaurar.Um projeto e tanto! Mas a casa esta ficando linda!

Comemos Brisket (como uma carne assada), garden salad com abacate e doritos picadinho, salada de batatas com maionese e scoops (uma especie de doritos com pouco tempero em formato de cestinha, para que as pessoas possam pegar os molhos melhor. Uma delicia!).

Antes de jantarmos e em toda reuniao, uma pessoa do Rotary faz uma oracao de agradecimento, o que representa muito bem a cultura local.

Depois do jantar, passamos pelo Starbucks para que eu pudesse conhecer a Emily e fomos pra casa.

Ainda estamos todos um pouco cansados, mas estamos adorando cada minuto.

A viagem…


Para comecar, peco desculpas pela falta de acentos, mas aqui as coisas nao funcionam tao bem como no Brasil… hahaha

Bom, como estou com soninho, vou tentar resumir nosso dia com objetividade… rs

Para comecar, muitas confusoes com as passagens e aprovacoes, mas…

sab, 10/04/2010

9h15 – Michele passou para me pegar de taxi – Sao Paulo / Guarulhos

10h30 – Todos estavam no aeroporto com suas familias reempacotando tudo para que nao precisassemos pagar por extras.

11h30 – Ainda empacotando

11h45 – Check-in

12h30 – Procurando pela Policia Federal para declarar os notebooks e maquinas fotograficas

12h45 – Descobrindo que estavamos no lugar errado e teriamos que estar na Receita Federal e nao na Policia Federal…

13h00 – Receita Federal

14h30 – Guarulhos / Rio de Janeiro

16h00 – Almoco no Rio, check-in e free-shop

21h00 – Rio de Janeiro / Charlotte

Dom., 11/04/2010

6h20 – Perdemos o voo para Raleigh

9h00 – Quase perdemos o voo para Raleigh de novo… mas voamos de primeira classe.

10h30 – Chegamos em Raleigh e la estavam Keith e Ken nos esperando! Gracas a Deus, porque estavamos esperando ficar no aeroporto ate as 21h00 de novo, pois o pessoal do Rotary nos buscaria no aeroporto de acordo com o voo que tinhamos agendado antes.

11h30 – Para almocar, fomos ao Cracker Barrel, um restaurante de comidas tipicas, onde se vende tamb[em varios souvenirs (http://www.crackerbarrel.com/)

13h30 – Wal-Mart para comprar shampoo, sabonete e coisas assim.

14h00 – Check-in no hotel e um pouco de descanso.

17h00 – Todos prontos para irmos a casa do Brison para um jantar – Typical barbecue M-A-R-A-V-I-L-H-O-S-O!!! Em um lugar mais maravilhoso ainda! Atras da casa, existe um lago lindo! O dia estava perfeito e, segundo ele, nao ha muitos assim, pois o clima estava quente, mas ainda nao tao umido e nem havia pernilongos atacando a todos. rs

21h40 – Voltamos ao hotel em tempo para pegar a piscina aberta, mas fomos arrumar os materiais e acabou nao dando tempo para isso. Decidimos sair para um ultimo happy-hour do dia. Todos estavam podres!!! Doi dificil e quando convencemos todo mundo, saimos e estava tudo fechado. Acho que em Goldsboro tudo fecha as 10pm… rs Entao, dormir nao nos pareceu uma opcao ruim. hehe.

Cama fofa… delicia… o fato de poder deitar para dormir nunca havia sido tao valorizado pelo grupo, tenho certeza…